Doença Periodontal

As doenças periodontais são as infecções e inflamações das gengivas, que gradualmente destroem o apoio dos dentes naturais. A placa bacteriana é a principal causa da doença periodontal em indivíduos geneticamente susceptíveis. Bactéria encontradas na placa produzem toxinas, que irritam a gengiva.

A gengiva pode ficar vermelha, inchada e sangrar facilmente. Se essa irritação for prolongada, as gengivas descola dos dentes, causando bolsas (espaços).

A placa bacteriana quando endurece forma uma substancia áspera, porosa conhecida como cálculo (ou tártaro). Isso pode ocorrer tanto acima como abaixo da linha da gengiva.

Periodontia

Como prevenir

Três em cada quatro adultos com mais de 35 anos são afetados em algum momento de sua vida. A melhor maneira de prevenir as caries e doenças periodontais é através de uma boa escovação dos dentes e uso do fio dental, realizado diariamente, ao menos uma vez, antes de dormir, e fazer exames regulares e limpezas profissionais.

Infelizmente, mesmo com os cuidados em casa, as pessoas ainda podem desenvolver alguma forma de doença periodontal.

Uma vez que esta começa, a intervenção profissional é necessária para impedir o seu progresso.

Alguns fatores importantes que afetam a saúde das gengivas:

  • Uso do tabaco (cigarro);
  • Diabetes;
  • Estresse
  • Apertar e ranger os dentes
  • Medicação
  • Má nutrição.

Doença periodontal e o Fumo

Você provavelmente está familiarizado com as relações entre tabagismo e doenças pulmonares, câncer e doenças cardíacas.

Os estudos atuais mostram a ligação entre a doença periodontal e o uso do cigarro.

A chance de ter uma doença mais agressiva ocorre principalmente nos fumantes. Existe uma maior incidência no fumante da formação de cálculos sobre os dentes, bolsas profundas entre os dentes e gengivas, bem como maior perda do osso e as fibras que sustentam os dentes na boca.

Além disso, sua chance de desenvolver cancer bucal aumenta com o uso dos cigarros.
Produtos químicos do cigarro como a nicotina e alcatrão, retardam a cicatrização e a previsibilidade de sucesso após o tratamento periodontal.
Abandonar o fumo reduz a chande de desenvolver os problemas acima.

Problemas causados pelo fumo incluem:

  • Doença pulmonar;
  • Doença cardíaca;
  • Cancer;
  • Feridas na boca;
  • Recessão genvival;
  • Perda de ossos e dentes;
  • Mau hálito;
  • Manchas nos dentes;
  • Menos sucesso com o tratamento periodontal e com implantes dentários.
Periodontia

Tratamento Periodontal

O tratamento periodontal é necessario quando várias condições afetam a saúde da gengiva e os ossos que mantem os dentes no lugar. Mantem os dentes é diretamente dependentes de cuidados periodontais e manutenções adequandas. Gengivas saudáveis melhoram a aparência de seus dentes, como uma moldura em torno de uma bela pintura. Quando as suas gengivas estão doentes, elas podem diminuir (retrair) ou tornar-se inchada e vermelha.

Em fases posteriores, o osso é destruído e seus dentes podem migrar (afastar um o outro), afrouxar, ou simplesmente cair e soltar da boca de tão mole. Essas mudanças não afetam somente a sua capacidade de mastigar e falar, mas também estragam o seu sorriso.

Diabetes e Saúde Oral

Indivíduos que sofrem de diabetes, especialmente os diabéticos não controlados, tem um maior risco de desenvolver bacterianas da boca.

Essas infecções podem prejudicar a sua capacidade para processar a insulina, resultando em uma maior dificuldade em controlar sua diabetes.

A doença periodontal é maios severa do que aquela de um não-diabético e o tratamento é mais difícil. Entretanto, os diabéticos bem controlados tem uma meno incidência de caries.

Passos para previnir a doença periodontal inclui escovação diaria e uso do fio dental para remover a placa dos dentes e genvivas, visitas regulares ao dentista para limpeza profissional e avaliação periodontal regular.

Seu médico também deve ser infomado de sua história e da situação atual de sua condição bucal. Finalmente, você pode resistir à infecção periodontal, mantendo controle dos seus níveis de açúcar no sangue.

Saúde da Mulher e Periodontal

Ao longo da vida de uma mulher, as alterações hormonais afetam o tecido em todo o corpo. Flutuações nos níveis ocorrem durante a puberdade, gravidez e menopausa. Nessas ocasiões, a chance da doença periodontal pode aumentar, exigindo um cuidado especial com a sua saúde oral.

Puberdade

Durante a puberdade, há aumento da produção de hormônios sexuais. Esses níveis aumentam a sensibilidade da gengiva. As gengivas podem ficar inchadas, vermelhas e doloridas.

Menstruação

Mudanças na aparência de sua boca podem ocorrer se você estiver na menopausa ou pós-menopausa. Isto inclui sentir dor e queimação na sua gengiva, gosto salgado, azedo ou picante na boca.

Cuidados de higiene oral em casa e limpeza profissional podem aliviar esses sintomas. Há também os substitutos de saliva para tratar os efeitos de "boca seca".

Gravidez

Os dentes e gengivas também são afetados durante a gravidez. Entre o segundo e oitavo mês, suas gengivas também podem crescer (inchar), sangrar, ficando vermelhas e doloridas. Grandes nódulos podem aparecer como uma reação aos irritantes locais (placa bacteriana). No entanto, são geralmente indolores e não cancerosos. Dificilmente requerem remoção profissional, e geralmente desaparecem após gravidez.

Exames periodontais de saúde devem fazer parte do seu pré-natal. As infecções durante a gravidez, incluindo infecções periodontais, podem colocar a saúde do bebê em risco.

Está provado que gestantes com doença periodontal podem ter partos prematuros e seus bebês nascerem abaixo do peso, hormônios produzidos pela inflamação gengival são responsáveis por isso.

A melhor maneira de prevenir as infecções periodontais é começar com gengivas saudáveis e manter sua saúde oral, com atendimento e acompanhamento adequado de um periodontista.

Os contraceptivos orais

inchaço, sangramento e sensibilidade da gengiva também podem ocorrer quando estiver tomando contraceptivos orais, que são hormonais ou sintéticos. Deve-se mencionar em todas as anamneses (questionários de saúde) que você está tomando contraceptivos orais, antes do tratamento médico ou odontológico. Isto ajudará a eliminar o risco de incompatibilidade, tais como antibióticos, com os contraceptivos orais - quando a eficacia do contraceptivo pode ser reduzida.

Implantes Dentários

Os Implantes dentários foram desenvolvidos originalmente para os pacientes que perderam seus dentes e como resultado não poderia usar dentaduras. Este tratamento foi desenvolvido há 20 anos na Suécia pelo Dr Branemark e o Dr. Marcelo teve o prazer de conhecê-lo e ouvir sobre seus trabalhos e pesquisas em implantodontia em 2004.

Nos últimos 15 anos, a enfase do tratamento com implantes tem sido a substituição de um ou mais dentes perdidos em pacientes que não desejam contemplar uma dentadura, ou simplesmente substituir próteses removíveis com dentes que são fixos no local.

Estudos clínicos de longa duração mostram altos índices de sucesso em pacientes que fizerem implantes há muitos anos.

Um implante é simplesmente um parafuso de titânio que substitui a raiz de um ou mais dentes ausentes. O titânio é um material biologicamente inerte que é sado com sucesso na medicina nos procedimentos como a substituição de quadril e joelho. A razão pela qual os implantes tornando-os parte do osso do maxilar.

Este processo que é chamado de osseointegração normalmente demora de 21 dias a 3 meses, dependendo de fatores de como o tipo de implantes (Straumann 21 dias normalmente), a qualidade e quantidade óssea e as forças de mordida.

A taxa de insucesso dos implantes de varia de 5% nos nacionais a 2% nos Suíços (Straumann). Quando o osso é muito fino e poroso as chandes de sucesso diminuem, mas o Dr. Santana repete o implante que teve insucesso em 99% dos casos esse novo implante tem a osseointegração garantida, o osso na segunda tentativa está mais receptivo (tem mais irrigação).

Tem sim demonstrado que fatores como tabagismo e diabetes não controlada podem influenciar na cicatrização óssea e no sucesso do implante.

A maioria dos pacientes que tem implantes são surpreendidos com a forma como eles causam pouco desconforto após o procedimento. Vamos dar-lhe instruções escritas sobre como agir após a colocação do implante e acompanhá-lo nas primeiras semana fazendo aplicações de laser até que o dia da moldagem esteja marcado.

Você terá em mão os números dos telefones do Dr. Santana e se tiver alguma duvida após o procedimento poderá tirá-la pessoalmente.

A colocação de implante dentário é normalmente realizada sob anestesia local, da mesma forma que anestesiamos para realizar uma restauração, por exemplo. Alguns paciente preferem a sedação, além do anestésico local chamamos uma médica anestesista para realizar esse procedimento com segurança.

Temos um Centro Cirúrgico avançado com equipamentos modernos, oxigênio, kit de primeiros socorros, foco cirúrgico com iluminação de emergência e motores sobressalentes.

Apresentação Dental Implant

O candidato ideal para um implante dentário tem boa saúde geral e bucal.

Adequada quantidade óssea na maxila ou mandibula necessária para suportar o implante e os melhores pacientes têm tecidos gengivais saudáveis e estão livres a doença periodontal.

A maioria dos paciente que tem implantes são surpreendidos com a forma como eles tem pouco desconforto após o procedimento.

Dr. Marcelo Giraldi

O Dr. Marcelo Giraldi Santana fez sua primeira cirurgia com implantes em 1997, desde então aprimora e realiza cirurgias cada vez mais complexas com segurança e tranquilidade. Estuda e aprimora sua técnica em implantodontia e em Cirurgia Oral (remoção de terceiros molares) nos últimos 15 anos com sucesso.

Através da educação continuada (Congressos e Cursos) Dr. Santana por dentro das últimas tendencias sobre implantes dentários.

Periodontia

Os implantes dentários são uma opção excelente para os pacientes em bom estado de saúde que podem ter perdido os dentes por qualquer motivo.

Eles têm uma excelente taxa de sucesso e não dependem de dentes adjacentes para apoiar como faz uma ponte fixa.

O paciente sente com se o implante fosse um dente natural e em condições adequadas e com manutenção correta eles podem durar uma vida.

Primeira Visita

O que vai acontecer na minha primeira visita?

Por favor, ajude-nos no momento da sua primeira visita a clínica, fornecendo as seguintes informações:

Seu encaminhamento de referencia (quem indicou), radiografias anteriores (se existirem) e uma recente (até 4 meses)

A lista de medicamentos que toma e todas as informações possíveis sobre sua saúde geral e bucal.

Todos os pacientes menores de 18 anos devem ser acompanhados pelos pais ou responsável na primeira consulta.

Por favor, informe-nos se você tiver uma condição médica ou preocupação antes da cirurgia (por exemplo, válvulas cardíacas artificiais, sopros cardíacos necessitando de medicação, diabetes grave, ou hipertensão).

Vamos fazer uma avaliação completa da sua saúde periodontal, anamnese (questionário sobre você), avaliação das radiografias periapicais e panorâmica, analise profunda para medir a quantidade de osso e gengiva perdidos através da sondagem periodontal, avaliação da mobilidade de cada elemento, avaliação da mordida e seus movimentos naturais, avaliar a ATM e outros sinais de doença periodontal.

As vezes é necessário um exame mais avançado, a tomografia ajuda a reconstruir ossos e dentes em 3D.

Como escovar

Começar escovando a superfície externa dos dentes, a posição da escova em um angulo de 45 graus, onde as gengivas e os dentes se encontram. Gentilmente mova a escova em um movimento circular por várias vezes usando pequenos movimentos suaves. Use uma leve pressão ao colocar as cerdas entre os dentes, mas não tanta pressão que você sinta qualquer desconforto.

Quando você terminar de limpar as superfícies externas de todos os seus dentes, siga as mesmas instruções ao limpar a parte interna dos dentes de trás.

Para limpar as superfícies internas dos dentes superiores e inferiores da frente, segure a escova verticalmente.

Faça movimentos de vai-e-vem ao longo de cada dente. Não se esqueça de escovar suavemente o tecido gengival circundante.

Em seguida, você vai limpar as superfícies de mordida dos dentes. Para fazer isso, use movimentos curtos e suaves. Mude a posição da escova quantas vezes forem necessárias para alcançar e limpar todas as superfícies. Tente ver-se no espelho para certifica-se de limpar cada superfície. Depois de terminar, enxague vigorosamente para remover qualquer placa que você pode ter deixado pra trás durante a escovação.

Fio Dental

Se você tiver alguma dor durante a escovação ou tiver alguma dúvida sobre como escovar corretamente, por favor não se esqueça de ligar para o consultório.

A doença periodontal geralmente aparece entre os dentes onde a escova não consegue alcançar. Passar o fio dental é uma maneira muito eficaz para remover a placa bacteriana das superfícies. No Entendo, é importante desenvolver a técnica adequada. As instruções a seguir irão ajudá-lo, mas lembre-se que leva tempo e prática. Comece com um pedaço de fio dental (encerado é mais fácil), cerca de 40 centimentros de comprimento. Ligeiramente apóie o fio ao redor do dedo médio da mão. Envolver o resto do fio ao redor do dedo médio da outra mão.

Para limpar os dentes superiores, segure o fio firmemente entre o polegar eo dedo indicador de cada mão. Insira cuidadosamente o fio firmemente entre os dentes usando um movimento de vai e vem.

Não force o fio dental ao tentar encaixá-lo no lugar. Traga o fio para a linha da gengiva, em seguida, curvá-lo em forma de C contra um dente. Deslize-o no espaço entre a gengiva e o dente até sentir resistência. Mova o fio para cima e para baixo ao lado de um dente. Lembre-se há duas superfícies dos dentes que precisam ser limpos e cada espaço.

Continuar com o fio de cada lado de todos os dentes superiores. Tenha cuidado para não cortar o tecido gengival entre os dentes. Como o fio torna-se sujo, passe o fio de um dedo para o outro para obter uma nova seção limpa.

Para limpar entre os dentes inferiores, passe o fio usando o dedo indicador das duas mãos.

Não se esqueça da parte de trás do último dente de ambos os lados, superior e inferior.

Quando você terminar, lave vagarosamente com água para remover a placa bacteriana e as partículas de alimento. Não se assuste se durante a primeira semana de uso do fio dental sua gengiva sangrar ou ficar um pouco dolorida.

Se as suas gengivas machucar enquanto passar o fio você devera passar mais suavemente da próxima vez. Usando fio dental para remover a placa interdental vai curar as suas gengivas e o sangramento deve parar.

Sensibilidade

Dentes Sensiveis

Cuidado para dentes sensíveis Às vezes, após tratamento dentário, os dentes estarão sensíveis ao calor e ao frio. Isso não deve durar muito tempo, mas somente se a boca for mantida limpa.

Se a boca não for mantida limpa a sensibilidade permanecera e poderá tornar-se mais grava.

Se seus dentes são especialmente sensíveis, podemos recomendar um creme dental medicamentoso (Colgate Sensitive Pro Alivio) ou enxaguar a boca com produtos para dentes sensíveis.

Limpeza por Profissionais

A escovação diária e uso fio dental deixarão um minimo de calculo dentário, e um profissional de limpeza ira remover esses cálculos em locais onde a sua escova e fio dental podem ter falhado.

Visite o seu periodontista, isto é uma parte importante do seu programa de saúde para evitar a gengivite. Mantenha seus dentes para sua vida.

Produtos de higiene bucal

Existem tantos produtos no mercado que escolher um entre todos pode ser difícil. Aqui estão algumas sugestões para escolher os produtos de higiene dental que servirão para a maioria dos pacientes.

As maquinas de irrigação Oral (Waterpik) enxaguam a boca completamente, mas não irá remover completamente a placa bacteriana. Você precisa de escova e fio dental, em conjugação com irrigador. Vemos excelentes resultados com escovas de dente elétricas.

Há também pequenas escovas (escovas interproximais) que limpam entre os dentes e são muito eficazes, no entanto se forem utilizadas indevidamente você poderá machucar as suas gengivas, aprenda a utilização adequada com o seu dentista.

Dentifrícios fluoretados e soluções para bochechos, se usados em conjunto com a escovação e o fio dental podem reduzir a cárie dental, aproximadamente em 40%.

Lembre-se, estes bochechos não são recomendados para crianças menores de seis anos de idade.

Dentifrício de controle de tártaro (creme anti tártaro) irá reduzir o tártaro acima da linha da gengiva, mas a doença periodontite começa abaixo da linha da gengiva, esses produtos são indicados para reduzir o estágio inicial da doença gengival.

Seu periodontista é a melhor pessoa para ajudá-lo a escolher os produtos certos, que são os melhores para VOCÊ.

Entre em Contato

Venha conhecer nosso cunsultorio!

Escreva sua mensagem

Dr. Marcelo Giraldi Santana

CRO 64.112

  • Rua Luis dos Santos Cabral, 470
    Jardim Anália Franco
  • (11) 2671 - 8881